RECOLHA > Recolha Selectiva - Porta-a-Porta

A recolha porta-a-porta, tal como o nome indica, permite que o consumidor coloque os resíduos devidamente separados à porta de sua casa para que os serviços municipalizados, posteriormente, procedam à sua recolha. Assim sendo, o consumidor não necessita de se deslocar ao local de deposição.

O sistema de acondicionamento dos resíduos pode variar consoante o tipo de zona habitacional:
. Baixa densidade populacional (moradias e vivendas) – Sacos e/ou contentores
. Alta densidade Populacional (prédios altos sem casa do lixo) – Sacos e/ou contentores
. Alta densidade Populacional (prédios altos com casa do lixo) – Contentores

Este tipo de recolha é mais utilizado em zonas de alta densidade populacional, onde as quantidades de material recolhidas justificam os custos deste sistema.

Os municípios de Oeiras e Maia foram pioneiras nesta área, que deu força para que outros municípios seguissem o seu exemplo. Leiria, Lisboa, Mafra, Loures e Porto, são alguns dos exemplos de sucesso na implementação da recolha porta-a-porta.

Recolha Selectiva
Recolha Selectiva - Porta-a-Porta
Recolha Selectiva - Ecoponto
Recolha Selectiva - Outros Sistemas
Sinalética Azul/Amarelo
Sinalética Europa
Saco Azul
Pacote Associação dos Fabricantes de Embalagens de Cartão para Alimentos Líquidos
© AFCAL 2010 | Gerido por Epoch Multimédia